NOTA DE REPÚDIO AO GOVERNO DE RONDÔNIA

Secretaria de Imprensa, 15/12/2016 12h21

 Imprimir    Comentar
 (Foto: Ilustração) Ampliar imagem:  (Foto: Ilustração)
Foto: Ilustração

O Sintero vem a público manifestar o repúdio dos trabalhadores em educação estaduais ao Governo de Rondônia pelos prejuízos causados à categoria e aos demais servidores estaduais com a insistente tentativa de aumento do desconto da alíquota previdenciária sem que antes haja uma discussão sobre reajuste salarial e a recuperação das perdas salariais acumuladas.

Esta não é a primeira tentativa da administração do governador Confúcio Moura de fazer os servidores pagarem uma conta que não lhes pertence.

Neste ano de 2016 o governo do estado em nenhum momento falou em reajuste salarial para os servidores, ou mesmo em reposição de perdas inflacionárias, mas já tentou reduzir os salários com descontos indevidos, e agora quer aumentar o desconto da contribuição dos servidores para a previdência, de 11% para 14%.

Contra esses abusos do governo do estado os trabalhadores em educação se unem às demais categorias de servidores públicos estaduais em uma grande mobilização para evitar que as categorias, que já sofrem com a falta de uma política de recuperação salarial, sejam ainda mais prejudicadas.

Não se vê, no âmbito da administração estadual, nenhuma atitude no sentido de cortar gastos reduzindo os altos salários, ou outras medidas que possam sanar as dificuldades financeiras sem penalizar ainda mais os já sofridos servidores públicos.

Portanto, a administração do governador Confúcio Moura e cada deputado estadual que votar a favor dessas medidas prejudiciais aos servidores serão considerados responsáveis pela redução dos salários dos trabalhadores que eles prometeram valorizar. 

comentários desta notícia

Resposta ao comentário:

"Senhora Ilda, o Sintero está convocando os trabalhadores em educação para estarem na ALE terça-feira, quando haverá sessão extraordinária. Gostaríamos de contar com a sua presença e a dos demais colegas de trabalho.

De: SINVAL DE SOUZA SILVA às 15/12/2016 13h48
"Aproveitem e questionem também o desconto previdenciário sobre o auxílio transporte de alguns professores.

De: Ilda Alves da Silva às 15/12/2016 14h35
"Repudiar só não basta tem que se manifestar mais publicamente sair as ruas bater panelas e por na mídia do contrário ele não vai se importar com notas de repúdio somente ,caro presidente pelo amor de Deus faça alguma coisa pelos servidores!

De: José Ricardo às 15/12/2016 14h53
"Boa tarde, não tem como entrar na Justiça contra esses roubos dos nossos salários?

De: Marco Ramos às 15/12/2016 21h25
"Se lascar, só entra governador pilantra nesse Estado, e o pior são os calhordas da Assembleia!

De: Ronaldo Barbosa Moreira às 16/12/2016 10h05
"Os governos atuais, não estão sabendo governar como deveria ser. Muitos nem formados em administração são. Os cidadãos querem o poder de compra novamente, um salário descente, concursos públicos e os classificados serem convocados. Os comissionados e terceirizados atrapalham essa convocação. Obviamente que a folha de pagamento pode aumentar. Nós que fomos classificados temos que ser convocados.

De: LINDINALVA FERREIRA DA SILVA às 16/12/2016 13h39
"Boa Tarde.
E quanto ao desconto do seguro pecúlio IPERON, que foi interrompido e não nos deram nem o direito de questionar a respeito do que já foi descontado por todos estes anos.

De: JOÃO BARBOSA FERREIRA às 16/12/2016 23h08
"José Ricardo, entrar na justiça só após aplicada. E ai que entra na justiça. Você acha que o governo vai ser penalizado? Ele termina o mandato, e nós não teremos ganho a causa ainda. Nossa justiça, quando é do lado do trabalhador, é L.E.N.T.A............Não podemos é deixar aumentar.

De: Pedro Porfirio da Gama Junior às 19/12/2016 15h08
"Esse governador nunca foi a favor do servidor, ainda mais que a pec da previdencia nem foi votado na camara federal e ele já sorrateiramente quer aprovar o projeto dando um presente de grego para os servidores públicos do estado de rondônia.

Comente você também essa notícia

 

*O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do usuário que forneceu e não exprime opinião do sindicato.

 

 
Enviar comentário

(A quantidade máxima é de 400 caracteres para seu comentário) Restam 400 caracteres

Ao enviar seu comentário você aceita o termo de conduta dos comentários.

Rua Rui Barbosa n. 713, bairro, Arigolandia – Porto Velho-RO, CEP: 76801-010
Fones:( 69) - 3217-3350/ 3217-3348/3353 – Fax: 3224-7798/3217-3351.
Fundado em 25 e 26 fevereiro de 1989 – CNPJ n. 34.476.176/0001-36 -476.176/0001-36.
Regionais: Apidiá; Café; Centro I; Centro II; Cone Sul; Da Mata; Estanho; Guaporé; Mamoré; Norte; Rio Machado;
   © 2017 Todos os direitos estão reservados | NOTA DE REPÚDIO AO GOVERNO DE RONDÔNIA - SINTERO - Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia |