Voltar 27 de Julho de 2020

AÇÃO DA ISONOMIA: Receita Federal detalha situação dos servidores que permanecem na malha fina


O Sintero encaminhou ofício nº 020/2020, pedindo esclarecimentos à Receita Federal quanto aos Técnicos Administrativos federais do Ex-Território, que estavam com suas situações cadastrais regularizadas junto ao sistema da Receita Federal, mas que continuavam com problemas na declaração do IRRF do ano de 2018, mesmo após a 2º Vara apresentar todas as informações necessárias para retirar os servidores da malha fina. Em resposta, a Delegacia da Receita Federal em Porto Velho informou que está realizando uma nova análise das informações encaminhas pelo Banco do Brasil e que em alguns casos, nota-se inconsistência nas informações.

O órgão justificou que a morosidade se deve ao fato de o Banco do Brasil apenas ter encaminhado as informações de alguns beneficiários no dia 06 de julho. Logo, a Receita Federal está conferindo as informações apresentadas para averiguar se há divergências quanto as informações. Em alguns casos, os contribuintes declararam o imposto retido na fonte no mesmo valor do rendimento tributável, o que é considerado um erro grave.

O Sintero tranquiliza seus filiados ressaltando que todos que seguiram as orientações do sindicato não terão conflito algum. Porém, aos que não seguiram as indicações da entidade, provavelmente terão que retificar suas declarações, consultando semanalmente os seus dados.

Assim que for constatado tal erro, os servidores filiados poderão entrar em contato com o Sintero para obter informações mais detalhadas. O setor jurídico da entidade estará disponível para ajudar na questão.


Deixe um Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

CNTE
Educação Pública EU APOIO
CUT
FNDE