Voltar 19 de Novembro de 2020

NOTA DE LOUVOR


Hoje amanhecemos com a excelente notícia da nomeação da professora doutora Marcele Pereira para o cargo de Reitora da Universidade Federal de Rondônia pelos próximos quatro anos.

Marcele Pereira é professora de Museologia no departamento de Arqueologia do Núcleo de Ciências Humanas, doutora em Museologia pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias em Lisboa, com diploma revalidado pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Uni-Rio), mestre em Museologia e Patrimônio também pela Uni-Rio. Na UNIR, atua desde 2014 na Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis. Em 2018 foi Coordenadora da Regional Norte do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão - Forproex. Atualmente é vice-presidente do Movimento Internacional para uma Nova Museologia.

Em tempos de tantas investidas nas instâncias democráticas as universidades públicas brasileiras vêm enfrentando um projeto de desmonte e desqualificação que inclui a tentativa de interferir na gestão universitária participativa. Desde 2018, diversas universidades e institutos federais têm tido sua autonomia interferida com a nomeação de reitores que não foram os mais votados, ou ainda pior, fora da lista tríplice, literalmente interventores. Esta nomeação é uma esperança de oxigenação de alívio e esperança de que a Universidade Federal de Rondônia terá sua autonomia e a vontade da comunidade universitária respeitada, professora Marcele foi eleita com maioria de votos tanto de docentes, quanto de técnicos e de estudantes!

Para nós que representamos os trabalhadores de educação de Rondônia é uma enorme alegria saber que estaremos lado a lado com a universidade pública, democrática e diversa. É uma alegria saber que mais mulheres negras estão ocupando os espaços de poder.  Reafirmamos nossa parceria e parabenizamos a nova Reitora.

Lionilda Simão
Presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras de Rondônia SINTERO.


Deixe um Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

CNTE
Educação Pública EU APOIO
CUT
FNDE