Voltar 14 de Fevereiro de 2019

Nota de Repúdio à ministra Damares Alves


É com muita preocupação que o Sintero vem a público manifestar repúdio diante da declaração feita pela Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, em vídeo divulgado na internet, em que acusa professores de Porto Velho de aplicar avaliação com conteúdo de natureza sexual a alunos de 8 anos de idade.

Ao contrário do que diz a Ministra, não há denúncia dessa natureza por parte dos pais nem por parte dos professores, seja referente a conteúdos impróprios em livros pedagógicos ou em avaliações. Logo, essa informação não tem fundamento.

Em nome dos Trabalhadores em Educação do Estado de Rondônia o Sintero pede que a senhora Ministra apresente provas de suas alegações, pois a acusação é grave, insulta e desrespeita os professores e as professoras, que tratam com muita responsabilidade o ensino infantil.

No vídeo, a Ministra não especifica se a acusação é feita a professores de escolas municipais ou estaduais. Portanto, o Sintero pede à Semed e à Seduc para que também se manifestem publicamente sobre o caso.

A atitude da ministra não possui outra finalidade senão a tentativa de desmoralizar uma profissão que já sofre constantemente com a desvalorização e o desrespeito.

A direção do Sintero tranquiliza as professoras e os professores, e informa que tomará as medidas cabíveis para que essa acusação seja esclarecida.

A Direção


Deixe um Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

CNTE
Educação Pública EU APOIO
CUT
FNDE