Voltar 05 de Abril de 2018

Trabalhadores em educação aprovam proposta que aumenta o vencimento de Professores e Técnicos Educacionais


Em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira, dia 05/04, com a participação de delegações de todas as Regionais, os trabalhadores em educação estaduais aprovaram proposta que inclui, entre outros itens, a implantação do Piso Nacional do Magistério no vencimento dos professores e aumento do salário dos Técnicos Educacionais também no vencimento, a partir de junho.

Diferente de gratificação, a proposta aprovada beneficia tanto os trabalhadores em educação que estão na ativa quanto os aposentados e os que estão afastados por laudo médico e os professores readaptados.

A elaboração da proposta só foi possível com a intermediação da Assembleia Legislativa através do presidente da Casa, deputado estadual Maurão de carvalho, que se comprometeu em dispor de R$ 20 milhões do orçamento do Legislativo para complementar o impacto na folha de pagamento da educação.

Tanto a proposta aprovada quanto as discussões ocorridas nesta quinta-feira em Porto Velho serão detalhadas a partir desta sexta-feira em assembleias que serão convocadas em todas as Regionais.

Com a aprovação da proposta, os professores em início de carreira vão ter uma reposição de 6,81% no vencimento, com reflexo em todas as gratificações e nas progressões, que aumentam o salário em 2% a cada dois anos trabalhados. “Isso significa o restabelecimento da carreira, pois o pagamento do piso através de complemento seria prejudicial aos professores com mais tempo de serviço”, explicou a presidente do Sintero, Lionilda Simão.

O piso do Magistério de 2018 para início de carreira é de R$ 2.455,35, com 4,01% de ganho real acima da inflação prevista para o ano.

Para os Técnicos Educacionais a proposta prevê um salário de R$ 1.000,00 no vencimento, o que significa uma reposição de aproximadamente 16%. Também com reflexo em todas as gratificações, beneficiando os aposentados e os readaptados. “Nesse aspecto vimos um avanço importante, deixando claro que não desistimos da luta do piso para os Técnicos no valor de 60% do piso do Magistério”, explicou a presidente do Sintero.

Lionilda Simão considerou a proposta um avanço importante para uma categoria que está em greve há 45 dias sem nenhuma perspectiva, já que o governo se recusava a dialogar. "Orientamos a categoria a garantir essa reposição agora, mas continuar lutando pelo Plano de Valorização dos Trabalhadores em Educação. É melhor do que não ter nada agora e não ter perspectiva".

A iniciativa de colocar a proposta em votação ainda nesta quinta-feira se deve ao fim do prazo legal para que a Assembleia Legislativa pudesse aprovar e publicar uma lei transferindo recursos para a folha da educação, e também porque a partir de sábado a Lei Eleitoral só permite a revisão anual de salários para recompor as perdas inflacionárias do ano das eleições (Lei 9.504 Art. 73. São proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais: VIII - fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição, a partir do início do prazo estabelecido no art. 7º desta Lei e até a posse dos eleitos).

Com a aprovação da proposta e o retorno das caravanas às Regionais do interior, a partir desta sexta-feira a categoria começa a definir o retorno ao trabalho, o que deve ocorrer na próxima semana, bem como discutir um calendário de reposição das aulas, sem desconto dos dias parados.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, considerou a greve vitoriosa, mas alertou que a mobilização continua. “Não vamos abrir mão da nossa luta pelo plano de valorização dos trabalhadores em educação. Vamos continuar lutando pela implantação do Plano Estadual de Educação, principalmente com as Metas 17 e 20, vamos continuar acompanhando e fiscalizando o projeto Gênesis, e vamos continuar apoiando as reivindicações dos trabalhadores em educação.

Segundo ela a categoria volta ao trabalho de cabeça erguida, tendo conseguido a primeira vitória. “Ainda não conseguimos tudo o que reivindicamos. Essa proposta ainda não nos atende plenamente, mas já é um bom começo para avançarmos ainda mais”, disse.


23 Comentários

  • zuleide cardoso miranda
    11 de Abril de 2018

    Li na matéria que o aumento de 15% para técnicos. tbm tem reflexos nas gratificaçoes.

    Sintero
    Resposta do Sintero
    13 de Abril de 2018

    Sim, todas as gratificações que são em porcentagem serão calculadas sobre o novo vencimento.

  • Decival Fogaça
    10 de Abril de 2018

    Completo 24 anos da educação sou técnico N1 em julho o quanto almenta pra mim

    Sintero
    Resposta do Sintero
    13 de Abril de 2018

    Veja o valor na sua referência na tabela

  • Emanuela
    09 de Abril de 2018

    Por favor, onde encontro essa tabela?

    Sintero
    Resposta do Sintero
    13 de Abril de 2018

    www.sintero.org.br

  • Marcia Aparecida
    09 de Abril de 2018

    Valeu sintero que junto com alguns servidores da educação conseguiram essa vitória. o problema que esta havendo dos tecnicos administrativos eh como a presidente do sindicato falou, se vc fez concurso a nivel de ensino fundamental vc vai receber com tecnico nivel 1, não tem como mudar de nivel so apresentando a conclusão do ensino médio. ai seria fácil demais. E necessário fazer outro concurso.

  • EDNA
    09 de Abril de 2018

    Leonilda! onde acho essa tabela?

  • Claudenice
    07 de Abril de 2018

    Não vejo vantagem neste piso de mil reais, isso não considero um piso isso qualquer um ganha, pra mim isso não passa de uma grande enrolação, vocês falam que o piso e para quem ganha menos de um salário mínimo e só tem o ensino fundamental. AFF

    Sintero
    Resposta do Sintero
    09 de Abril de 2018

    Para que ganha menos de um salário mínimo esse piso é vantagem sim. Dá mais de 15% de reposição e ainda reflete nas gratificações, na aposentadoria e também é para quem está de laudo médico.

  • Claudenice
    07 de Abril de 2018

    Não estou entendendo nada nível 1 e quem tem só o ensino fundamental e quem tem o ensino médio é nível 2 então vocês do sintero que ver isso porque muitos concluíram o ensino médio e porque vocês não equipararan o salário, ficou na mesma coisa acho que tem alguma coisa errada nosso. Porque vocês não chamaram os técnicos e perguntaram quem tinha o ensino médio.

    Sintero
    Resposta do Sintero
    07 de Abril de 2018

    O Sintero não tem o poder de equiparar salário. O vencimento é pelo concurso. Quem fez concurso para nível fundamental Nível 1 e concluiu ensino médio depois tem gratificação, mas não pode passar para nível 2 , porque a lei exige novo concurso.

  • Ronilda Pereira do Nascimento
    07 de Abril de 2018

    Sou técnico nível 2 e referencia 14, no mês de junho completo 30 anos de trabalho; tenho 02 anos de CLT e 28 anos de estatutário. Graças a Deus gostei muito das correções que teremos, o nosso Sindicato e toda categoria estão de parabéns.Os resmunguentos sempre terão, na maioria das vezes é quem nem participa da greve e além de tudo querem ganhar mais do que quem foi para luta. Parabéns Sindicato.

  • pedro estacio da silva
    07 de Abril de 2018

    bom dia, sou técnico nível,gostaria de saber se podemos fazer concurso interno para elevação de nível 2, pois as outras secretaria fazem.

    Sintero
    Resposta do Sintero
    07 de Abril de 2018

    Não existe concurso interno. Você pode fazer qualquer outro concurso, mas começa na referência 1 da nova função.

  • Josembergue Jurema da Silva
    06 de Abril de 2018

    Espero que agora vocês consigam retificar as Tabelas Salariais da Lei Complementar n° 867/2016 dos Professores e Técnicos Educacionais que não estão de acordo com o art. 75 da Lei Complementar n. 680/2012, que determina que o percentual entre as referências seja de 2%. Observa-se que nas tabelas só está correto o percentual entre as ref. 01 e 02 as demais o percentual está bem menor que 2%.

    Sintero
    Resposta do Sintero
    06 de Abril de 2018

    Agora está correto

  • Valdirene Ferreira
    06 de Abril de 2018

    Parabéns ao Sindicato e todas as caravanas que vieram do interior. Todos os servidores públicos fiquem atentos: 45 dias de paralisação e somente agora os deputados estaduais decidiram intervir em favor dos profissionais da Educação...muito interessante!

  • Eliézer Gomes de Moura
    06 de Abril de 2018

    Não podemos dizer que a proposta foi satisfatória e nem os ganhos também, mais foi aquilo que era possível. Eu estou feliz por ver o Sintero mais próximo dos professores, a greve também auxiliou nesse processo, eu espero que daqui pra frente, para o bem do sindicato e de todos nós, novas políticas sejam implementadas entre o sindicato e a classe trabalhadora que ele representa.

  • zuleide cardoso miranda
    06 de Abril de 2018

    olha sempre fíz greve em apoio .agora não entendi porq o aumento dos técnicos não foi reajustados em percentual de % .porq maioria dos tecnicos .tem vencimentos superior a 1.000 reais .alguém pode me responder .

    Sintero
    Resposta do Sintero
    06 de Abril de 2018

    Tem reajuste em percentual sim. Para todos os Técnicos, mais de 15%. Só que nenhum técnico mais vai ganhar menos de 1.000

  • Eliane Geraldo de Souza
    05 de Abril de 2018

    E sou técnico administrativo nivel2 referência 3 gostaria de saber como vai ficar se meu salário base já e1.148 vou voltar ganhar menos como vai ser calculado?

    Sintero
    Resposta do Sintero
    06 de Abril de 2018

    1.321,18 veja na tabela

  • Everaldo Costa
    05 de Abril de 2018

    Lionilda, qual é a garantia de que essa proposta será cumprida em junho,

    Sintero
    Resposta do Sintero
    06 de Abril de 2018

    Foi aprovada lei na ALE

  • Marcelo Firmino Guimaraes
    05 de Abril de 2018

    Eu sou técnico adm nivel 2 e tenho o vencimento de 1.104.00, não vou ter reajuste? Pois esse "aumento" do piso em 1.000.00 só beneficia os técnicos nivel 1.

    Sintero
    Resposta do Sintero
    06 de Abril de 2018

    Veja a tabela. Todos terão aumento.

  • Maria senhora
    05 de Abril de 2018

    Todos os técnicos já estão com vencimento acima de 1000,00 no meu caso. Meu vencimento básico é 1.095,00 não vejo nenhuma diferença. Gostaria de entender melhor de que forma este acordo beneficia nós os técnicos.

    Sintero
    Resposta do Sintero
    06 de Abril de 2018

    Todos terão aumento de mais de 15%. Veja na tabela como fica a sua referência

  • Valdenir Correia Jose
    05 de Abril de 2018

    Vai haver a equiparação do salario nivel 1 para o nivel dois, pois era a proposta do governo ou o sintero fez merda e aceitou 63,00 reais de aumento para os técnicos? ??

    Sintero
    Resposta do Sintero
    06 de Abril de 2018

    Não é verdade, Veja na tabela como ficam os novos salários nível 1 e nível 2. Todos tiveram aumento de mais de 15%

  • Celiandro Ribeiro
    05 de Abril de 2018

    Concurso da Seduc/RO, os candidatos devem possuir ensino médio. Para todas as funções, o salário é de R$ 1.104,74, acrescido de gratificações e auxílio-transporte. A jornada semanal corresponde a 40 horas. Com 1.000,00 onde está o ganho dos Técnicos Educacionais

    Sintero
    Resposta do Sintero
    06 de Abril de 2018

    1.000 é o piso do técnico nível 1, sem ensino médio, que ganhava abaixo do salário mínimo. Todos terão o aumento de mais de 15%. Veja na trabela como fica o seu salário na sua referência.

  • ALEX RODRIGUES DE LIMA
    05 de Abril de 2018

    Seria possível o Sindicato publicar a mensagem que o governador mandou pra Assembléia Legislativa, para que todos possam ter conhecimento.

    Sintero
    Resposta do Sintero
    07 de Abril de 2018

    Sim. Já vamos publicar a lei aprovada.

  • Arineu Machado de almeida
    05 de Abril de 2018

    Eu não entendi esse vencimento dos técnicos pelo que me parece teve foi redução

    Sintero
    Resposta do Sintero
    07 de Abril de 2018

    Não. Teve aumento de mais de 15%. Veja na tabela o seu salário hoje e como fica em junho. O piso de mil reais é para que nenhum Técnico ganhe menos do que isso no vencimento.

  • Alexandre
    05 de Abril de 2018

    Eu tenho cinco anos de carreira, significa que além de receber o valor do vencimento igual ao piso viu receber mais 4%?

    Sintero
    Resposta do Sintero
    07 de Abril de 2018

    Veja na tabela como vai ficar o seu salário a partir de junho, na sua referência.

  • Alois
    05 de Abril de 2018

    Foto falsa... Ninguém aprovou...

    Sintero
    Resposta do Sintero
    07 de Abril de 2018

    A voto é verdadeira. Pode fazer perícia. Temos fotos e filmagens. Aprovação foi quase unanimidade.

Deixe um Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

CNTE
Educação Pública EU APOIO
CUT
FNDE